29.8.07

Mesma qualidade pelo menor preço

É cada vez mais comum o discurso apelativo de pequenas novas empresas de Design para tentarem entrar a todo custo no mercado.

Agora começam a surgir as propostas das agências virtuais de Design que oferecem pacote pronto, e com os preços mais baixos, mostrando como diferencial o contato com o cliente unicamente por email, preços fixos por serviço e a não cobrança de "preços exorbitantes".

Olha, sem querer entrar na questão se é "certo" ou "errado", mas pessoalmente encontrar com o cliente para mim é um ponto essêncial no projeto, pois cria-se um vínculo que permite que o designer conheça melhor o cliente e vice-versa.

A questão de fixar preços e ainda mais não exorbitantes é polêmica, mas tira mais uma vez a idéia do Design como projeto e gera mais o preconceito do "deseinho para enfeitar o pavão". Afinal de contas cada projeto é um projeto diferente. Uma identidade Visual pode dar mais ou menos trabalho para se fazer e o cliente pode ter um grau de exigência e de refinamento muito maior que outro, por isso não é recomendável fixar um preço por tipo de trabalho (Identidade Visual, Design Gráfico, web...) mas sim analisar cada projeto, os custos para realiza-lo e diante disso colocar um preço justo.

Aliás, exorbitante pra quem? Cobrar 6000 reais para uma empresa de bebidas que vende milhões por dia é exorbitante?

Recentemente fiz um sistema de identidade visual por pouco menos que isso para uma ong e o cliente aceitou sem pestanejar. Aliás é até interessante, pois ele passa a ficar interessado no projeto e este deixa de ser um detalhe para a empresa.

Enfim, no fundo no fundo, a iniciativa até de popularizar o design é nobre, mas uma ingenuidade perigosa pode fazer com que a idéia do "traço bonito" possa vir a superar a idéia do Projeto bem feito.

Mas infelizmene dizem que se conselho fosse bom... seria um projeto de preço exorbitante!!

7 comentários:

Cris Menezes disse...

Bá, Ricardo!
Eu já cansei de me estressar com essa gente que acha que cliente e projeto é tudo igual e que criar uma marca para a padaria da esquina e outra para uma empresa multinacional tem o mesmo valor e que o processo de criação é o mesmo e tal... Mas como disseste, existe muita diferença entre as empresas e os clientes e que olhar no olho do cliente é uma experiência muito promissora em se falando de entender o próprio cliente e o projeto que estamos nos propondo a desenvolver...
É muito perigoso sim ficar "vendendo" layouts na internet, mas é o jeito e a opção "deles", certamente fizeram uma graduação fraca, mais preocupada em ensinar softwares ao invés de fazê-los pensar profissionalmente no Design...
Meu grito é igual ao teu!
Beijo pra ti!

Kath disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kath disse...

Olha, eu acho que um profissional de uma área que diz não cobrar preço exorbitante ou não reconhece o preço que o trabalho tem ou sabe que o trabalho que vende vale nada mesmo! Acredito que o que é bom não é caro; ou vale aquilo que se paga ou não. Pode ter certeza que esses aí estão doidos para montar um kit "faça você mesmo sua identidade visual".

Girardet disse...

Eu sinceramente acho isso tudo muito normal. Pelo menos explica tudo isso que a gente vê por aí. Acho que grande parte da culpa é nossa mesmo. Não sabemos nos defender, não sabemos vender o que fazemos e não sabemos nos colocar no mercado. A informática deu uma "banda" nos designers, que ficaram falando sozinhos. Aliás, nem mesmo nos entendemos. É muito difícil os designers se unirem para qualquer coisa, e cada um quer tentar conquistar por conta própria os "restos" desse mercado. Basta ver outras categorias profissionais mais unidas, como os publicitários, que dão um banho na gente, e apanham um monte de trabalhos que seriam nossos.

Ricardo Artur disse...

Cris,
concordo com vc em gênero, número e grau.
Só discordo de uma coisa: este blog é coletivo e conta com a contribuição de algumas pessoas.
Quem escreveu este último post foi o Gabriel Felipe.

beijos.

Ricardo Artur disse...

Xii.. eles trabalham com "logomarca"!!!

Interessante também o conceito deles de Identidade Visual:

Superpacote 1: 1000 papéis timbrados + 200 envelopes Grandes
....... + 200 envelopes pequenos + 500 cartões de visita simples: R$900

Superpacote 2: 1000 papéis timbrados + 200 envelopes Grandes
....... + 500 envelopes pequenos + 1000 cartões de visita simples: R$1.100,

Superpacote 3: 1000 papéis timbrados + 200 envelopes Grandes...... + 500 envelopes pequenos + 1000 cartões de visita frente e verso: R$1.200,

Agora fico tentando imaginar de que vai servir esta papelada toda para uma padaria, por exemplo.

É.. na minha escola a gente aprende diferente...

Pedro disse...

Engraçado é o quanto acham que vale uma hora de um designer. Outro dia um psicólogo não topou um orçamento super na conta que eu fiz, preço justíssimo porque era pedido de uma amiga que avisou que ele precisava de algo barato.

Agora, uma hora de consulta é 200 reais. Fala sério, né?