2.8.07

Aquele que não quer enxergar...

Ultimamente tenho utilizado muito o Metrô do Rio, principalmente depois das criações das linhas para a Barra. Deparei-me então com essa novidade do novo sistema de bilhetagem que está sendo implantado. E da campanha que está sendo feita para o cadastramento das gratuidades.

E depois de viajar umas 15 vezes eu me dei conta de uma coisa interessante ao olhar para a seguinte peça:


Vemos aí uma convocação para que as pessoas Idosas, Portadoras de Necessidades Especiais e estudantes da Rede Pública se cadastrem para ter direito a gratuidade. E para representar o setor das Pessoas com necessidades especiais foi escolhida essa simpática imagem de uma Senhora com Deficiencia Visual e seu cão guia.

É sempre interessante utilizar uma foto representativa do público alvo como forma de identificação. Mas eu me pergunto: De toda uma gama de possibilidades de portadores de Necessidades Especiais, por que escolheram justamente aquela que o público específico não identifica nem mesmo a existência de tal campanha? pois eles obviamente não enxergam os cartazes!

Se pelo menos o cartaz tivesse relevo ou uma versão em Braile ainda vai... mas até onde eu saiba, o Metrô chega mais cedo, vai ao jogo, curte a praia, mas ainda não faz milagres!

5 comentários:

Kath disse...

hahahahahahahaha
Bem observado, Biel. Mas uma possível resposta seja ao fato de que o benefício também se estende aos deficientes, e reprsentar em um cartaz pessoas surdas ou mudas é bem mais difícil do que representar pessoas cegas. MAs não é desculpa, essa regra não cabe aos portadores de deficiencia locomotiva.

Beluga disse...

Que são muito mais comuns de se ver no Metrô e q inclusive são o ícone utilizado para representa-los!

Louise disse...

Só os publicitários do Metrô Rio não viram que isso ia dar problema...

Ricardo Artur disse...

Por falar em Metrô, aguardo o pronunciamento (e respectivo post) prometido pelo Sr. Guix, o Xavier, acerca deste formidável espaço comunicacional!!
Acho que ele só tá frequentando a comunidade do orkut!! Quase não se pronuncia por aqui!

Criptor disse...

Me pergunto duas coisas:
1) Onde é que vão deixar o cão guia entrar, uma vez que é proibida a entrada de animais?
2) O cão guia, uma vez dentro dos domínios do Metrô-Rio, saberá ler ou se direcionar para o sentido correto: Zona Sul ou Zona Norte?

Mas ainda fico pensando na estrutura do metrô para os câes guias, vai ter areia pro cachorrinho fazer suas necessidades?