12.6.09

Da série: Fontes que todos amamos...


Alguns posts atrás demos destaque para questões envolvendo a família tipográfica Comic Sans. Aliás, em outros momentos ela já havia sido citada como símbolo de execração em nosso meio profissional.
Mas outras famílias tipográficas também circulam livremente no gosto do público leigo, gerando uma série de peças muito interessantes. Uma delas é a Algerian, família vista em vários letreiros de estacionamentos e salões de cabeleireiro. O que impressiona neste caso é sua incrível capacidade de se adaptar a cada diferente uso, chamando a atenção talvez pelo formato das hastes que denotam certo movimento e dinamismo, conceito este pedido por muitos "clientes".
Tudo isso chama a atenção para os casos em que os projetos gráficos são pensados sem a definição da tipografia, e depois finalizados, uma fonte qualquer acaba sendo escolhida para se "encaixar" ao que foi feito.
Se você tem alguma foto de produto, fachada de estabelecimento, ou qualquer outra coisa que use a Algerian, envie para nosso email que iremos postar com os devidos créditos.

6 comentários:

Ricardo Artur disse...

Trocando em miúdos: ser criativo é fugir da Times e da Arial, logo qualquer coisa que aparecer na lista do Word tá valendo.

Ricardo Artur disse...

Seria legal colocar os marcadores de tipografia e fontes no post do Ban-Comic Sans.

Beluga disse...

e eu me pergunto... o que seria "Stop Car" ?

Girardet disse...

É uma loja de presentes que existe no Shopping Flamboyant...

Dinnaps disse...

\ Shopping "Flamboyant"?!?? HAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAU!!!

(e o que você esperava?)

Eschenazi disse...

Olhando assim, de longe, esse "A" é meio maçônico...